Thursday, 12 October 2017 19:27

Sempre Bela

Não vou dizer muito, quem olhar e observar a imagem dirá a sensação que ela lhe provoca. Eu sou suspeita a dizer qualquer coisa... não me canso de olhar de observar e de ficar ali na margem do rio a reflectir e a admirar a minha sempre bela Vila de Coruche espelhada no Sorraia


Tuesday, 10 October 2017 20:32

Sinais de Outono

Sinais de Outono, embora os últimos dias a temperatura é do verão, pouca ainda é a saudade mas as cores já estão a ficar amarelecidas.


Sunday, 01 October 2017 15:57

'A minha escola'

Hoje senti-me profundamente emocionada e nostálgica, quando me desloquei com a minha mãe à mesa de voto para ela exercer o seu dever cívico. O edifício é enigmático, surpreendente, carregado de história, com uma áurea mística e a prova de como o tempo passa a correr. Ainda ontem era o dia 7 de outubro de 1965, em que pela mão da minha avó paterna eu cheguei a esta edifico para começar o meu percurso escolar. Foi este o espaço que me acolheu em outubro de 1965, em que este pátio hoje coberto de folhas caídas era um verdadeiro jardim colorido cheio de rosas e malmequeres. Hoje é um edifício perdido no tempo igual a tantos outros que encontramos pelo nosso Portugal completamente ao abandono mas carregados de história!


Friday, 29 September 2017 18:11

Silêncio

“Existe no silêncio, uma tão profunda sabedoria que às vezes ele se transforma na mais perfeita resposta.” (Fernando Pessoa).


Monday, 18 September 2017 18:39

O Caminho pelo Rio

Quem faz o caminho pelo rio em Cerveira tem o privilégio de sentir uma vivência de contrastes da paisagem. Quem por ali caminha ao fim do dia assiste ao esconder do sol dando-lhe um espectáculo de luz único.


Thursday, 14 September 2017 18:22

Lago dos Peixes (Puebla de Sanabria)

Quem visita Sanabria, não pode deixar de subir à montanha e visita o Lago dos Peixes, lago que fica completamente congelado. Ao subir a paisagem deve admirar o maior Lago de origem glaciar, único na Península Ibérica. Em tempo quente, as pessoas fazem praia e bom a banhos.


Tuesday, 12 September 2017 19:07

Mérida

Mérida atual capital da Estremadura, fundada pelo Imperador Octávio Augusto com o nome ‘Augusta Emerita’ a 25 a.C. para acolher soldados veteranos, a história de Mérida atravessa os séculos. Foi considerada Património Mundial pela UNESCO.O Teatro e Anfiteatro Romanos, durante o império eram imprescindíveis numa cidade prestigiosa como Mérida. Estas ruínas são um ícone da cidade.


Wednesday, 09 August 2017 17:52

Amaia de Ibn Maruán

Há algum tempo que não dou vida aqui ao meu blog... sei que precisa de renovação o tempo tem sido curto e acima de tudo é preciso viver! Hoje resolvi matar a saudade e voltei às imagens, percorri os meus ficheiros e fui até Marvão. Talvez a lembrar que tenho de ali voltar e fazer a volta que o Simão tanto gostava de fazer. Por vezes não é fácil a saudade bate mas porque acredito que onde quer que esteja sente orgulho que eu vá aos lugares onde tanta vez me levou e que ele gostava de visitar.


Friday, 09 June 2017 18:30

Pulo do Lobo

Estas são as terras do Pulo do Lobo, terras de xisto, de natureza bravia, de história milenar, pelo encantamento das suas lendas, pela riqueza da sua vida . É uma cascata no Guadiana, a montante da Vila de Mértola. Aguas claras e cristalinas que caiem de uma altura de 20 m, um mar de espuma pela garganta rochosa onde depois dão lugar a um lago de água serena. As margens são altas onde as rochas de xisto são de tal forma apertadas que deram origem a lenda em que se diz que um lobo de um salto transpõe as margens do Guadiana!


Tuesday, 23 May 2017 17:50

Achada do Gano

Achada do Gano, antiga fábrica de enxofre e ácido sulfúrico, lugar que emana um cheiro terrível a enxofre, tem tanto de belo como de medonho mas que vale a pena ser visitado. Lugar que certamente daria um cenário para um filme de acção ou ficção cientifica. Terra castanha com um pó que entranha nas nossas narinas assim como rapidamente nossos corpos absorvem o odor do enxofre, após observar as lagoas coloridas com a sua água férrea, ruínas, ferros retorcidos pelo tempo, transporta-nos à máquina do tempo. Impossível descrever este lugar tão singular, tão belo e simultaneamente tenebroso. Um recanto do nosso País em que a devastação e a catástrofe se traduziram em algo belo. Direi uma autentica contradição que nos leva a uma experiência quase apocalíptica.


Page 2 of 10